Esta é uma versão desatualizada publicada em 2020-12-16. Leia a versão mais recente.

Diálogos epistolares e edição: intercâmbios intelectuais entre Brasil e Argentina na correspondência de Ricardo Levene e Pedro Calmon

Autores

  • Nayara Galeno do Vale UFF

DOI:

https://doi.org/10.46752/anphlac.29.2020.3917

Palavras-chave:

Pedro Calmon, Ricardo Levene, Correspondência intelectual

Resumo

Este artigo propõe-se pensar as relações estabelecidas pelo argentino Ricardo Levene e o brasileiro Pedro Calmon na década de 1930, por ocasião das iniciativas de aproximação entre os governos de seus países. Fazem parte desse diálogo também as instituições das quais os referidos intelectuais faziam parte em seus respectivos países e o papel da escrita e do ensino de História no desenvolvimento dessas relações. As principais fontes serão as correspondências trocadas entre Calmon e Levene que abordaram seus projetos intelectuais em comum. Tais projetos tratavam-se, sobretudo, das bibliotecas de autores traduzidos em seus respectivos países: a Biblioteca de Autores Brasileños traducidos al castellano e a Coleção Brasileira de Autores Argentinos. Ambos os empreendimentos editoriais foram realizados por meio de convênios de tradução que visavam à cooperação intelectual entre Brasil e Argentina e representaram importantes iniciativas no que diz respeito à diplomacia cultural celebrada entre os dois países.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAGGIO, Kátia Gerab. Apresentação. Varia História [online]. 2014, vol.30, n.54 (Acesso em 21-08-2020), pp.599-603. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-

https://doi.org/10.1590/S0104-87752014000300001.

BEIRED, José Luís Bendicho. O hispano-americanismo historiográfico: Espanha e América na perspectiva de Ricardo Levene e Rafael Altamira. História, Unisinos, v. 13, n.º 1, jan./abr. 2009. p. 43-53.

BOURDIEU, Pierre. A causa da ciência: como a história social das ciências sociais pode servir ao progresso das ciências. Revista Política e Sociedade. n.º 1, setembro de 2002, p. 143-161.

CASTRO, Fernando Luiz Vale. Pensando um continente: A Revista Americana e a criação de um projeto cultural para a América do Sul. Tese (Doutorado em História). Rio de Janeiro: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2007.

CHARTIER, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador: conversações com Jean Lebrun. Trad. Reginaldo Carmello Corrêa de Moraes. São Paulo: Imprensa Oficial; Editora UNESP, 1998.

_______. Os desafios da escrita. Trad. Fulvia M. L. Moretto. São Paulo: Editora UNESP, 2002.

CORDEIRO, Andréa Bezerra. Luz e caminho aos pequenos: os primeiros congressos americanos da criança e a pan-americanização dos saberes sobre a infância (1916-1922). Tese (Doutorado em Educação). Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2015.

DARNTON, Robert. A questão dos livros: presente, passado e futuro. Trad. Daniel Pellizzari. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

DUTRA, Eliana de Freitas. A nação nos livros: a biblioteca ideal na coleção Brasiliana. In: DUTRA, Eliana de Freitas e MOLLIER, Jean-Yves (Orgs.). Política, nação e edição: o lugar dos impressos na construção da vida política. Brasil, Europa e Américas nos séculos XVIII-XX. São Paulo: Annablume, 2006. pp. 299-314.

______. Projetos editoriais e exposições do livro no espaço latino-americano: intelectuais e trocas culturais: 1930-1940 [en línea] Primer Coloquio Argentino de Estudios sobre el Libro y la Edición, 31 de Octubre, 1 y 2 de noviembre de 2012, La Plata, Argentina. Disponible em: <http://www.memoria.fahce.unlp.edu.ar/trab_eventos/ev.1928/ev.1928.pdf> Acesso em 15 jun 2020

FERREIRA, Marieta de Moraes. A história como ofício: a constituição de um campo disciplinar. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2013.

GOMES, Ângela de Castro. Em família: a correspondência entre Oliveira Lima e Gilberto Freyre. In: GOMES, Ângela de Castro (Org.). Escrita de si, escrita da História. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2004. p. 51-75.

_______. A República, a história e o IHGB. Belo Horizonte: Argvmentum, 2009.

GOMES, Ângela de Castro. Educação, ciência e edição: consagração intelectual dos periódicos às coleções. Revista Brasileira de História da Ciência, Rio de Janeiro, v. 7, n. 1, p. 6-15, jan -jun 2014.

_______. e HANSEN, Patrícia. Apresentação. In: GOMES, Ângela de Castro e HANSEN, Patrícia (Orgs.). Intelectuais mediadores: práticas culturais e ação política. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2016. pp. 7-37.

GUIMARÃES, Lúcia Maria Paschoal. Um olhar sobre o continente: o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e o Congresso Internacional de História da América. Revista Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 10, n. 20, p. 217-230, dez. 1997. Disponível em: <http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/2057>. Acesso em: 29 Jun. 2020.

_______. Limites políticos de um projeto intelectual para a integração dos povos do Novo Mundo: o Primeiro Congresso Internacional de História da América (1922). Topoi (Rio Janeiro, 2005, vol.6, n.10 p. 192-212. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S223701X2005000100192&lng=en&nrm=iso. Acesso em 29 jun 2020

HAROCHE-BOUZINAC, Geneviève. Escritas epistolares. Trad. Ligia Fonseca Ferreira. São Paulo: Edusp, 2016.

HOLLANDA, Guy de. Um Quarto de Século de Programas e Compêndios de História para o Ensino Secundário Brasileiro. 1931-1956. Rio de Janeiro: Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais. INEP – Ministério da Educação e Cultura, 1957.

LEITE, Juçara Luzia. Revisando livros didáticos de História: ação da diplomacia cultural em nome da paz. Revista Tempo e Argumento, [S.l.], v. 3, n. 2, p. 77 - 99, dez. 2011. ISSN 2175-1803. Disponível em: <http://www.revistas.udesc.br/index.php/tempo/article/view/2175180303022011077/1789>. Acesso em: 29 jun. 2020.

LOPES, Maine Barbosa. Com dedicação e “espírito patriótico”: a atuação de Ricardo Levene na Comisión Nacional de Museos y de monumentos y lugares históricos. Revista Tempos Históricos, Volume 21, 1.º semestre de 2017, p. 385-409.

MOREIRA, Earle D. Macarthy e BRANCATO, Sandra Maria L. (Orgs.) O Arquivo de José Carlos de Macedo Soares: correspondência ativa e passiva selecionada. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003.

MYERS, Jorge Eduardo; El epistolario como conversación humanista: La correspondencia intelectual de Alfonso Reyes y Genaro Estrada 1916-1939; Centro de Documentación e Investigación de la Cultura de Izquierda en Argentina; Políticas de la memoria; 15; 11-2014, p. 53-69

OLIVERO, Isabelle. L 'invention de la collection: De la diffusion de la littérature et des savoirs à la formation du citoyen au XIXe siècle. Paris: Editions de la Maison des Sciences de l'Homme, 1999.

PEIXOTO, Renato Amado. Moldando o corpo do Brasil: Jaime Cortesão, Rodrigo Octávio, a representação de Gusmão e o metajogo na região do Prata. História da Historiografia, Ouro Preto, n. 22, dezembro 2016. p. 59-78.

REZNIK, Luís. Tecendo o amanhã: A História do Brasil no Ensino Secundário:

Programas e Livros Didáticos. 1931 -1945. Dissertação (Mestrado em História). Niterói:

Universidade Federal Fluminense, 1992.

RIEMENSCHNEIDER, Rainer. La confrontacion internationale des manuels. Contribuition au probleme des rapports. Entre manuel d’Histoire et memoire collective. Travaux du colloque Manuels d‘Histoire et memoire collective. U.E.R. de Didatique des disciplines, Université de Paris 7, 1984. p. 127-140.

RODRIGUES, João Paulo Coelho de Souza. Embaixadas originais: diplomacia, jornalismo e as relações Argentina-Brasil (1888-1935). Topoi, Rio de Janeiro, v. 18, n. 36, set./dez. 2017. p. 537-562.

SANTOS, Raquel Paz dos. Relações Brasil-Argentina: a cooperação cultural como instrumento de integração regional. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 22, n. 44, julho-dezembro de 2009. p. 355-375.

SILVA, Ana Paula Barcelos Ribeiro da. Diálogos sobre a escrita da história: Brasil e Argentina (1910-1940). Brasília: Fundação Alexandre de Gusmão, 2011.

_______. Max Fleiuss e Ricardo Levene: diálogos sobre o ibero-americanismo e a escrita da História no Brasil e na Argentina. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, 173 (454), jan./mar. 2012. p. 209-236.

SILVA, Gabriela Correa da. Dos passados heterogêneos ao mosaico continental: pan-americanismo e operação historiográfica no IHGB republicano (1889-1933). Tese (Doutorado em História). Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2019.

SIRINELLI, Jean François. Intelectuais. IN: RÉMOND, René. Por uma história política. Trad. Dora Rocha. 2 ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003. p. 231-269.

SORÁ, Gustavo. Livros de autores brasileiros na Argentina: uma força de alteridade negada. In: MARTINS, Maria Helena. (Org.) Fronteiras culturais: Brasil – Uruguai – Argentina. Porto Alegre: Ateliê Editorial, 2002. pp. 171-208.

_______. Traducir el Brasil: una antropologia de la circulación internacional de ideas. Buenos Aires: Livros del Zorzal, 2003.

_______. Brasilianas: José Olympio e a gênese do mercado editorial brasileiro. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo: Com-Arte, 2010.

SOUSA, José Martínez de. Mi paso por Editorial Labor. Panace@ Vol. VI, n.º 19, Marzo, 2005. p. 63-67.

SUÁREZ, Carlos Alberto e SAAB, Jorge. El Estado, Ricardo Levene y los lugares de memoria. Clío & Asociados (16), 2012, pp. 211-227. Disponible en:

http://www.memoria.fahce.unlp.edu.ar/art_revistas/pr.5550/pr.5550.pdf Acesso em 15 junho 2020.

VALE, Nayara Galeno do. Delgado de Carvalho e o ensino de História: livros didáticos em tempos de reformas educacionais. Dissertação (Mestrado em História Social). Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2011.

VENÂNCIO, Gisele. Presente de Papel: cultura escrita e sociabilidade na correspondência de Oliveira Vianna. Revista Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 2, n. 28, p. 23-47, fev. 2001. ISSN 2178-1494. Disponível em: <http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/2146>. Acesso em: 21 Ago. 2020.

Downloads

Publicado

2020-12-16

Versões

Como Citar

Galeno do Vale, N. (2020). Diálogos epistolares e edição: intercâmbios intelectuais entre Brasil e Argentina na correspondência de Ricardo Levene e Pedro Calmon. Revista Eletrônica Da ANPHLAC, 20(29), 409-440. https://doi.org/10.46752/anphlac.29.2020.3917