Das ruas para o papel: as representações sobre as massas argentinas (1946- 1955)

Autores

  • Paulo Renato da Silva Mestrando em História da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

DOI:

https://doi.org/10.46752/anphlac.3.2003.1354

Resumo

A partir da comparação entre a representação das massas pelo peronismo e por sua historiografia, este trabalho pretende demonstrar a proximidade com a qual diferentes grupos políticos, peronistas e não-peronistas, de direita e de esquerda, se posicionam perante as massas, no sentido de deslegitimar e controlar a sua participação política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Silva, P. R. da. (2013). Das ruas para o papel: as representações sobre as massas argentinas (1946- 1955). Revista Eletrônica Da ANPHLAC, (3), 124-140. https://doi.org/10.46752/anphlac.3.2003.1354