Alejo Carpentier: um escritor em busca da América

Autores

  • Felipe de Paula Góis Vieira Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

DOI:

https://doi.org/10.46752/anphlac.17.2014.2162

Resumo

Resumo

Este artigo analisa a trajetória política, intelectual e literária do escritor cubano Alejo Carpentier (1904-1980). Considerando alguns dos seus dados biográficos, a ideia é compreender como, em suas obras iniciais, se articula um projeto narrativo de descrição do continente americano. Fortemente influenciado pelas vanguardas europeias do pós-guerra, Carpentier deu início à busca de uma identidade americana através da literatura. Ao analisar as obras Visión de América, El reino de este mundo e Los pasos perdidos, a intenção do artigo é compreender os protocolos através dos quais o autor empreende a busca por aquilo que ele classificou como o “real maravilhoso americano”. O argumento central da análise é pensar como essa lógica discursiva de Carpentier dialoga diretamente com padrões narrativos europeus sobre a América.

Palavras-chave: América; literatura hispano-americana; realismo mágico; Alejo Carpentier.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe de Paula Góis Vieira, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Licenciado e Mestre em História Cultural pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), junto ao Departamento de História do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Atualmente, desenvolve Doutorado pela mesma instituição com o título “História e Literatura: a construção do passado hispano-americano nos romances de Alejo Carpentier e Gabriel García Márquez”, financiamento de bolsa CAPES.

Downloads

Publicado

2015-03-22

Como Citar

Vieira, F. de P. G. (2015). Alejo Carpentier: um escritor em busca da América. Revista Eletrônica Da ANPHLAC, (17), 107-138. https://doi.org/10.46752/anphlac.17.2014.2162